Mais Revestimentos

MANUAL DO CLIENTE

DA ENTREGA AO ASSENTAMENTO

OBRIGADO POR ADQUIRIR PRODUTOS DA MAIS REVESTIMENTOS.
CONFIRA NOSSO MANUAL DO CLIENTE.

10 PASSOS

Mais Revestimentos

1. Recebimento

■ Após o agendamento da entrega do material, disponibilize uma pessoa capacitada e responsável para receber o mesmo, orientar o local de armazenamento e conferir os produtos adquiridos;

■ Deve-se conferir se o material entregue está em conformidade com a nota fiscal e pedido feito em loja, comparando quantidades e nomes dos produtos;

■ Verifique se todos os produtos apresentam mesma tonalidade e calibre (informações existentes na caixa do produto);

■ Certifique-se que as peças estão em perfeito estado, caso haja alguma avaria notifique na nota fiscal e acione imediatamente pós-vendas da Mais Revestimentos.

Mais Revestimentos

2. Armazenamento

■ Os produtos devem ser armazenados sobre um estrado de madeira, em local coberto;

■ Caso o produto seja embalado em caixas, deixe o lado com as informações para frente, facilitando o manuseio e conferência para utilização;

■ Argamassas e rejuntes devem ser armazenados também sobre estrado de madeira, para não absorver a umidade do chão, além disso, devem ser alocados em local seco, arejado e coberto;

■ Fique atento ao prazo de validade das argamassas, rejuntes e produtos de limpeza.

Mais Revestimentos

3. Assentamento

■ Sempre utilizar os EPIs necessários para proteção durante a execução da obra;

■ Cabe ao cliente a utilização correta do produto, para isso, indicamos que confie o material a um profissional especializado que seja capacitado para a execução de um bom assentamento seguindo as instruções descritas neste manual, orientações do fabricante e normas técnicas brasileiras cabíveis;

■ O profissional de assentamento deve ser capaz de identificar quaisquer defeitos visíveis no porcelanato antes do assentamento, pois ao assentar o produto ele é considerado aceito, sem direito a troca ou devoluções;

■ Caso haja alguma dúvida, não inicie o assentamento e entre em contato com a loja para esclarecimentos;

■ Antes de iniciar o assentamento, verifique se todas as pendências da obra, como impermeabilização, instalações elétricas, hidráulicas e gás estão prontas e testadas;

■ Verifique também os níveis de portas, janelas e ralos;

■ A base deverá ser de areia e cimento desempenado ou sarrafeado, com devido caimento se necessário;

■ O assentamento das placas cerâmicas só deverá ocorrer após um período mínimo de 14 dias de cura da base regularizada;

■ A base deverá estar limpa, isenta de poeira, óleo, tinta ou outro material que possa prejudicar a aderência da argamassa colante;

 ■ Não é necessário umedecer a superfície da base para a aplicação da argamassa colante, exceto em locais sujeitos à insolação ou ventilação excessiva, onde recomendamos que a base seja umedecida com o auxílio de uma broxa;

■ Abra duas ou três embalagens, espalhe as peças e verifique se o efeito estético e visual é o esperado;

■ Todas as informações contidas nas caixas ou projeto devem ser lidas e seguidas, tais como as orientações de assentamento, tamanhos de juntas etc.;

■ Em caso de seta indicativa no tardoz da peça, a mesma imprescindívelmente deverá ser seguida;

■ Para placas cerâmicas a partir de 30x30cm, devemos espalhar e pentear a argamassa no substrato e no tardoz das placas. Esse procedimento é conhecido como DUPLA COLAGEM. Entende-se por substrato o local onde o piso será assentado. Ex.: Piso, Parede, etc.;

■ Os cordões do substrato devem ser feitos com desempenadeira com dentes de 8 a 10mm e também no tardoz da peça com desempenadeira de 4 a 6mm aproximadamente, lembrando que os cordões do tardoz devem seguir o mesmo sentido dos cordões do substrato;

■ Aplicar cada placa cerâmica ligeiramente fora de posição, de modo a encaixar os cordões do tardoz e do substrato, em seguida pressioná-la, arrastando até a sua posição final;

■ Para qualquer tamanho de placas cerâmicas, é recomendado após a aplicação, fazer vibrações manuais, ou com a desempenadeira de borracha, para que os cordões de argamassa sejam totalmente desfeitos, formando uma camada uniforme, configurando-se uma impregnação total no tardoz pela argamassa colante;

■ Para o melhor manuseio das placas de grandes formatos indicamos a utilização de ventosas, ou outra ferramenta mecânica, para que as mesmas fiquem seguras e não se movimentem muito no momento do assentamento, pois assim receberão a camada de argamassa necessária para a dupla colagem;

■ Para melhor travamento da peça, é aconselhável a utilização da cunha niveladora;

■ Obedeça sempre a orientação do fabricante com relação as juntas entre as peças, utilize o espaçador correto para facilitar e alinhar todas as juntas. O nivelador de pisos, também, poderá ser utilizado;

■ Faça a limpeza final no máximo até 1 hora após o assentamento das placas. Remova a argamassa colante existente nas juntas de assentamento;

■ Limpe as superfícies das placas com esponja limpa e úmida ou pano grosso de algodão;

■ Após 72 horas, do porcelanato assentado, o rejunte pode ser aplicado.  

Mais Revestimentos

4. Cortes


4.a. Corte (Reto/Disco)

■ Certifique-se de que a peça inteira fique apoiada, completamente plana e livre de irregularidades;

■ Indicamos que a peça seja apoiada no chão, em cima de papelão, onde não haja nenhum perigo da mesma vibrar no momento do corte;

■ Sempre utilizar o disco apropriado para o corte de porcelanato, com água e em boas condições de uso, para não danificar a peça e nem perder a eficiência do corte;

■ Verifique se o disco está bem montado, com o flange certo e bem ajustado;

■ A seta do disco deve coincidir com a rotação da máquina;

■ Não altere o furo central do disco;

■ Deixe rodar o disco alguns segundos para verificar se o mesmo gira corretamente, sem trepidar;

■ Não se apoie sobre o material a ser cortado;

■ O disco corta por si próprio, não o force;

■ Não use pressão lateral, nem a lateral do disco para desbastar;

■ Por ser um porcelanato muito denso é de extrema importância que seja mantida uma boa refrigeração do disco durante o corte, para isso é necessário direcionar o jato de água no ponto em que o disco encosta no porcelanato e mantê-lo na sequência do corte;

■ Não risque a peça com o disco, isso cria tensões que podem trincá-las;

■ Para obter um melhor acabamento, é importante cortar os primeiros e últimos 30cm com uma velocidade mais baixa;

■ Não corte a peça de uma única vez no mesmo sentido, comece por uma lateral, corte aproximadamente 40cm e depois faça outro corte na aresta oposta, utilizando a marcação da peça como o esquema abaixo:

Mais Revestimentos



■ Caso haja necessidade, utilize a esmerilhadeira para um acabamento mais delicado no corte.

4.b. Corte (Vãos no Centro Da Peça)

■ Deve-se manter uma distância mínima de 5 cm entre o orifício que será borda da peça;

■ Os ângulos das aberturas devem ter um raio mínimo de 3 milímetros;

■ Para cortar o vão, primeiro você deve perfurar todos os cantos com uma broca, como mostra esquema abaixo:

Mais Revestimentos
Mais Revestimentos



■ Após os furos prontos, os mesmos serão unidos por cortes retos, usando a máquina de cortes na velocidade mínima para evitar a ruptura, pois neste momento a peça sofre muitas tensões. 

Mais Revestimentos

4.c. Corte em "L"

■ Riscar a peça com um lápis, nas medidas desejadas para o corte;

Mais Revestimentos



■ Primeiro deve ser feito um furo na união dos vértices, com uma broca própria para porcelanato, de raio mínimo de 3mm, como mostra esquema abaixo:

Mais Revestimentos



■ Após o furo pronto, cortar a peça utilizando máquina de corte manual, seguindo as recomendações já citadas no manual. 

Mais Revestimentos
Mais Revestimentos

5. Rejuntamento

■ Siga corretamente as instruções de mistura, aplicação e acabamento, pois o manuseio inadequado do rejunte pode não apresentar o resultado desejado;

■ Tratando-se de placas rústicas, foscas, ou que apresente ranhuras superficiais, recomendamos uma demão de cera incolor (em pasta) para menor impregnação do rejunte na superfície do porcelanato, facilitando a limpeza do mesmo;

■ A Limpeza de excesso do rejunte deverá ser realizada de acordo com as especificações do fabricante do produto;

■ É de extrema importância realizar a limpeza pós-obra; Não proteja o porcelanato antes da cura total do rejunte

Mais Revestimentos

6. Limpeza Pós Obra

■ O prazo para a execução da limpeza do porcelanato após a instalação varia de acordo com o tipo de rejuntamento, verifique na embalagem o tempo de cura e obedeça o mesmo para uma limpeza eficaz;

■ Remova todo o excesso de rejunte solto com uma vassoura ou aspirador, pois podem existir materiais abrasivos na superfície que poderão danificar o porcelanato;

■ Utilizar produtos pós-obra da marca Pisoclean, que podem ser adquiridos nas lojas Mais Revestimentos, converse com seu consultor;

■ Deve-se seguir as orientações da embalagem do produto, referente a diluição e tempo de espera após a aplicação no porcelanato;

■ Não utilize palha de aço ou produtos similares para esfregar o porcelanato;

■ Para uma limpeza eficiente, utilize uma bucha de fibra branca que poderá ser encontrada em casas de produto de limpeza;

■ Finalize a limpeza com água em abundância. É fundamental que a solução e a sujeira sejam removidas dentro do tempo estipulado nas embalagens dos produtos, salientamos que nenhum produto de limpeza poderá secar sobre o porcelanato, pois poderá criar uma película de difícil remoção posterior;

■ Concluir a limpeza com pano limpo e seco; Se for necessário repita o processo.

Mais Revestimentos

7. Proteção

■ Após o piso totalmente seco proteja-o até a finalização da obra (gesso, pintura, ou quaisquer serviços que ainda serão realizados);

■ Para a proteção do porcelanato indicamos o “Salva Piso”, que poderá ser encontrado em Home Centers ou casas de materiais de construção;

■ Jamais proteja seu porcelanato com papelão, pois uma vez molhado, ele libera um sumo que danifica a superfície do piso, podendo acarretar em manchas irreversíveis.

Mais Revestimentos

8. Manutenção e Limpeza

■ O produto mais indicado para limpeza diária de porcelanato é o detergente neutro diluído em água e aplicado com pano úmido sobre as peças, após deve-se retirar o produto da superfície com água limpa;

■ Caso seja utilizado qualquer outro produto, lembre-se que todos devem ser diluídos em água e as instruções da embalagem devem ser seguidas;

■ Pode-se utilizar bucha de fibra para lavar o porcelanato;

■ A utilização de água morna ou quente facilita a limpeza do seu revestimento;

■ Produtos rústicos possuem um coeficiente de atrito maior, sendo assim apresentam menor facilidade de limpeza, é necessário neste caso a utilização de vassouras ou escova média. 

Mais Revestimentos

9. Recomendações

■ Não deixe objetos com metais sobre seu porcelanato, certos metais quando em contato com água podem oxidar e danificar seu piso;

■ Procure fazer limpezas periódicas em seus produtos, através das indicações acima citadas, evitando acumulo de sujeira;

■ Nunca utilize: acetona, ácidos, amoníaco, água sanitária, soda cáustica, ceras, sabão em pó, saponáceo em pó, escovas de cerdas metálicas. Mesmo sendo produto altamente resistente, tanto o porcelanato como o rejunte podem ser danificados pela utilização dos produtos citados.

Mais Revestimentos

10. Garantia e Assistência Técnica

■ A Mais Revestimentos é uma revenda especializada em cerâmicas, louças e metais. Trabalhamos com as melhores marcas do mercado nacional e internacional para oferecer o que há de mais novo e inovador para seu projeto de acabamento.

■ Por não sermos um fabricante, obedecemos prazos do código do consumidor e normas técnicas brasileiras para resolução das possíveis reclamações, porém quem realiza a assistência técnica são os fabricantes dos produtos comercializados em nossa empresa.

■ A Mais Revestimentos acompanha todas as assistências técnicas fazendo o link entre a fábrica e o cliente para que o mesmo seja assistido até a resolução do caso. Sendo assim, é imprescindível que ao notar qualquer problema em seu produto, a loja seja acionada imediatamente, para que possamos entrar em contato com o fabricante responsável e solicitar a resolução através de uma assistência técnica especializada.